Encontro informal de maio foi à beira da Lagoa do Genipabu

orquidario-vanessa.JPG 

Os visitantes encontraram uma belíssima coleção de híbridos.

Os membros da ACEO encerraram o mês de maio com uma simpática confraternização na Fazenda Park, de Luís e Vanessa Medeiros, à beira da Lagoa do Genipabu, em Caucaia. O cenário não podia ser mais agradável: a casa de campo de Vanessa e Luís, cercada de árvores e com um verdíssimo tapete de grama estendendo-se até a beira da lagoa.

Mas a grande atração – além de um cardápio divino – foi mesmo o magnífico orquidário dos anfitriões. Construído com capricho, observa todos os requisitos técnicos para essas instalações. E vai além: oferece até mesmo música ambiente. (Quem foi que disse que orquídeas não apreciam a boa música?) Uma rica coleção de híbridos oferecia aos visitantes o espetáculo de dezenas de vasos floridos, enchendo de cores e perfume o ambiente.

Na hora devida, foi servido um almoço inesquecível. Pratos deliciosos, todos eles preparados com os produtos da fazenda, se sucederam à mesa, obrigando os orquidófilos a capitularem diante do pecado da gula. Em seguida, à sombra dos cajueiros, foi a vez de se promover mais um animado bingo. Os prêmios: um vaso de Laelia purpurata retirado do orquidário da ACEO, além de CDs produzidos pela Semace sobre a Serra de Uruburetama. Espedito Vidal, insuperavel no quesito “sorte”, arrebatou dois prêmios. Quem esticou o programa até mais tarde teve ainda direito a um passeio de lancha pela paradisíaca lagoa.

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais

As orquídeas e a Língua Portuguesa

No último dia 4 de abril, o jornalista Italo Gurgel, presidente da Associação Cearense de Orquidófilos (ACEO) tomou posse na presidência da Academia Cearense da Língua Portuguesa (ACLP). Em seu pronunciamento, Italo destacou a beleza de nossa língua e disse que cabia a nós zelar por ela “como se fora uma jóia, uma orquídea rara”.

Inspirado nessa imagem, o poeta Horácio Dídimo produziu uma página belíssima, que identificou como “paródia do soneto de Olavo Bilac” e onde constrói extraordinária simbiose entre a Língua Portuguesa e a orquídea. O poema foi dedicado ao novo presidente da ACLP. Segue-se esse texto:

Língua Portuguesa

          Horácio Dídimo

Última flor do Lácio, orquídea rara

És, a um tempo, esplendor e formosura,

Canto nativo, fonte de cultura,

A mais alta expressão da nossa fala.

Amo-te assim, orquídea perfumada,

No jardim das rosas neolatinas,

Com pétalas e sépalas tão finas,

Coluna de saudades concentrada.

Amo o teu viço agreste e o teu aroma,

Labelo que transmite aos quatro ventos

A voz terna e materna do idioma:

A Moçambique, São Tomé e Príncipe,

Guiné-Bissau, Angola, Cabo Verde,

Timor-Leste, Brasil e Portugal.

O POETA – Horácio Dídimo, professor do Departamento de Literatura da Universidade Federal do Ceará, é formado em Direito (UERJ) e Letras (UFC), Mestre em Literatura Brasileira (UFPB) e Doutor em Literatura Comparada (UFMG).

[CONTINUE LENDO…]As orquídeas e a Língua Portuguesa

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais

Compra coletiva: orquídeas já florescem

blc-ocoset.JPG  cattleya-landate.JPG

BLC Ocoset e Cattleya Landate já deram o ar de sua graça

Com nove participantes, um grupo de associados da ACEO fez, há pouco, uma compra coletiva no Orquidário 4 Estações, de São Paulo. A iniciativa foi da própria Associação, que incluiu esse tipo de aquisição como uma das ações a serem incentivadas. No total, foram adquiridas 67 plantas, ao preço médio de R$ 10,00.

Os orquidófilos interessados entraram no site daquela empresa e escolheram as orquídeas que lhes interessavam, transmitindo, em seguida, sua lista a Juliana e Vera Coelho, que coordenaram a transação. Uma semana depois, o pedido chegava a Fortaleza.

[CONTINUE LENDO…]Compra coletiva: orquídeas já florescem

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais

Orquídeas & baião-de-dois

reuniao-chez-marilac.JPG

blc-mirian.JPG   denphal-marilac.JPG

Os pratos estavam deliciosos. O bate-papo, também. Complementando, houve a rifa de uma planta oferecida pelo orquidário da ACEO e o sorteio de um kit de defensivos naturais. Este foi o “cardápio” de sábado, 26 de abril, no encontro informal que teve como cenário o aconchegante sítio de Marilac, nas proximidades da praia de Iparana. Quem arrebatou os brindes? – Mirian (a orquídea) e Emília (os defensivos), ambas em dia com a sorte. A foto guarda a lembrança desse momento de confraternização. Também posaram para o fotógrafo uma BLC e o arranjo de Denphal numa janela da chácara.

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais

Diva Correia fala de semeadura in vitro

palestra-diva-correia-01.JPG

Didaticamente (e com muita paciência) Diva mostrou que não há mistérios na técnica de semear orquídeas em laboratório caseiro. 

A reunião de abril (dia 19) da Associação Cearense de Orquidófilos foi enriquecida pela presença da Drª Diva Correia, pesquisadora da EMBRAPA/CE. Ela discorreu sobre “Meios de cultura e semeadura in vitro“, apoiando-se em dados relacionados a sua própria experiência de trabalho.

Diva Correia mostrou a composição dos meios de cultura e falou de como adaptar a técnica da semeadura in vitro a um laboratório caseiro, encorajando as pessoas a se lançarem a essa experiência. Insistiu, ao mesmo tempo, em citar alguns cuidados que precisam ser tomados, especialmente com relação à perfeita assepsia de todo o material (a começar pelas cápsulas de sementes) e do ambiente onde se vai trabalhar. A palestrante, graduada em Biologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, tem mestrado em Recursos Florestais pela Universidade de São Paulo e doutorado em Recursos Florestais pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz.

A ACEO considera extremamente oportuno o tema da reprodução de orquídeas in vitro, como forma de atrair seus membros para um campo fascinante do cultivo de orquidáceas. Ao mesmo tempo, esta é uma maneira de se aumentar a oferta de plantas no mercado, tornando-as mais acessíveis a um número maior de pessoas e desestimulando a aquisição de mudas retiradas do ambiente natural. Por todos esses motivos, considera-se que seria das mais promissoras uma estreita colaboração entre ACEO e EMBRAPA.

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais

Orquídeas para Vanessa Vidal

Vanessa Vidal Miss Ceará 2008
Vanessa Vidal, Miss Ceará 2008

Espedito e Vanessa Vidal, Vera e Juliana Coelho
Espedito Vidal, Miss Ceará, Vera e Juliana Coelho, respectivamente tesoureira e primeira secretária da ACEO, que fizeram a entrega das flores.

Miss Ceará 2008 e segundo lugar no Miss Brasil, Vanessa Vidal desembarcou em Fortaleza na noite de quarta-feira, 16, depois de ter brilhado no concurso de Miss Brasil. Representantes da ACEO a receberam no aeroporto com um buquê de orquídeas.

Vanessa foi a mais votada pelo público, a mais aplaudida pelo auditório do Citibank Hall, a que apresentou melhor conteúdo na entrevista às semi-finalistas. E, como se isso não bastasse, era, flagrantemente, a mais bela. Não conquistou o título, mas conquistou os brasileiros.

De volta a sua terra, Vanessa foi recebida – com flores, faixas, cartazes, beijos e abraços – por um grande número de admiradores, amigos, autoridades e jornalistas. Na pequena multidão, o mais entusiasmado de todos era, evidentemente, Espedito Vidal, o pai orgulhoso, membro do Conselho Fiscal e Deliberativo da ACEO e um dos mais atuantes membros da Associação.

Vanessa chegou deslumbrante, com um vestido branco e a faixa de Miss Ceará, sorridente, esbanjando beleza e simpatia. Deu entrevistas e, mais uma vez, demonstrou por que, apesar da deficiência auditiva, foi, durante todo o concurso, a candidata que mais fluentemente se comunicou com todos. A homenagem da ACEO, através das orquídeas (fornecidas pelos associados), representou não apenas um aplauso a sua beleza, mas também um reconhecimento a seu talento para derrubar os muros do preconceito e alargar as fronteiras da inclusão.

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais

Uma referência de superação e sucesso

Vanessa Vidal é cearense, nascida em Fortaleza no dia 03 de março de 1984. Modelo profissional, estuda Ciências Contábeis na Universidade de Fortaleza – aluna surda pioneira – onde ineditamente conquistou, com altivez de cidadã consciente, o direito de ter intérprete de Libras em sala de aula. Estuda Letras/Libras na Universidade Federal do Ceará. É membro da COMPEDEF (Comissão Técnica Municipal para Elaboração de Políticas para Pessoas com Deficiência), diretora social da ASCE (Associação dos Surdos do Ceará) e professora de Libras em várias escolas de Fortaleza.

Surda congênita, sem causa específica, estudou os primeiros anos em escola especializada e teve valioso acompanhamento fonoaudiológo. Sua primeira vitória de inclusão foi, ainda com tenra idade, ter ingressado em escola de ouvintes, onde concluiu o ensino fundamental.

Vanessa é a primeira surda a disputar o Miss Brasil em 54 anos de existência do concurso.

A Miss Ceará 2008 é um estandarte vivo nas lutas pela tentativa de inclusão. Tem participação direta em diversas conquistas em prol dos portadores de necessidades especias. Uma significativa conquista foi a instalação de telefone público para surdos na cidade de Fortaleza. É ativista antiga na luta pelo direito ao passe livre em ônibus urbano. Luta fervorosamente para sensibilizar o serviso público e privado na inserção da comunicação em Libras, como direito de cidadania, formentando a inclusão do surdo no mercado de trabalho e nas discussãoes gerais da sociedade.

Vanessa Vidal – linda, simpática, inteligente, elegante, persistente, preparada, guerreira, humilde, iluminada, destemida, solidária, talentosa, encantadora, empreendedora e vencedora. Merece todas as nossas orquídeas.

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais