Em março, Taiwan receberá amantes das orquídeas de todo o planeta

Orchids Taiwan
A TIOS-2017 deve repetir o espetáculo de beleza dos anos anteriores. (Foto: Divulgação)

Uma das maiores exposições de orquídeas do planeta acontece, no próximo mês de março, em Taiwan. Trata-se da Feira Internacional de Orquídeas de Taiwan – TIOS-2017, agendada para o período de 3 a 13 de março, no Taiwan Orchid Plantation, na cidade de Tainan.

Além da competição entre os expositores, que dão um show com suas plantas exuberantes, tecnologia e decoração, os visitantes podem adquirir mudas de orquídeas de várias espécies, além de uma série de produtos utilizados no cultivo. Todos os anos, a Feira recebe um público de mais de 200 mil pessoas de diversas partes do mundo, que vão não apenas apreciar a beleza das flores expostas, mas também realizar negócios.

No Brasil, informações mais precisas sobre o grande evento podem ser obtidas na Taiwan Trade Center do Brasil-TAITRA – E-mail: [email protected] / http://brazil.taiwantrade.com.tw / Tel: (11) 3283.1811.

Associação Portuguesa convida para sua 9ª Exposição/Venda Internacional

Orquídeas Portugal
Dendrobium premiado na 7ª Exposição do Porto. (Foto: APO)

Se você pretende visitar Portugal na primavera, coloque em sua agenda a Exposição/Venda Internacional de Orquídeas do Porto, que chega este ano a sua oitava edição. A grande mostra, reunindo orquidários de vários países, acontecerá entre os dias 31 de março e 2 de abril, no Exponor (Leça da Palmeira – Matosinhos).

Para Graziela Meister, presidente da Associação Portuguesa de Orquidofilia (APO), a exposição se fortalece a cada ano, atraindo, sempre, milhares de pessoas que amam as orquídeas e as flores em geral. Como existem muitas dúvidas e desinformação relacionadas às orquidáceas, a APO realizará, paralelamente, uma série de palestras abertas ao público.

A edição deste ano contará com a presença de 11 expositores/vendedores portugueses e 10 estrangeiros (Alemanha, Brasil [2], Equador, Espanha, Peru e Taiwan [4]). Também estarão representados no Exponor diversos projetos e organizações que trabalham na área da botânica.

PARA PARTICIPAR

Os cultivadores que desejam levar plantas para expor devem atentar para as seguintes datas: as orquídeas serão recebidas nos dias 29 (entre 10:00h e 18:00h) e 30 de março (de 10:00h às 16:00h). Elas devem estar identificadas, sem etiquetas numéricas ou o nome do cultivador. Na ocasião, o colecionador receberá uma ficha a ser preenchida com um breve descritivo das orquídeas que entregou. A apresentação dessa ficha será necessária no momento de recolher as plantas, no dia 2 de abril, após as 19:00h.

As plantas expostas serão avaliadas por um júri experiente e internacionalmente reconhecido, formado por Luís Pedrosa, Carlos Espejo, Alex Portilla e Manolo Areas. Os exemplares premiados serão distinguidos com troféus a serem entregues durante jantar de confraternização marcado para as 20:00h do dia 31 de março.

A mostra estará abertas, nos três dias, entre 10:00h e 19:00h. Será cobrado ingresso no valor de três euros, mas a entrada é gratuita para os associados da APO que estiverem com suas quotas em dia.

Para mais informações, entre em contato com a APO: [email protected]

Londrina convida para sua 22ª Exposição Nacional de Orquídeas

Logo CNPOO Círculo Norte-Paranaense de Orquidófilos (CNPO) realiza, entre os dias 9 e 11 de dezembro, a 22ª Exposição Nacional de Orquídeas de Londrina, que acontecerá paralelamente à 4ª Exposição Nacional de Cattleya leopoldii. O cenário da mostra, que integra as comemorações do aniversário de Londrina, é o salão principal da Sociedade São Vicente de Paulo, na Av. Madre Leônia Milito, 499. Durante o evento, com entrada franca, o CNPO arrecadará fraldas geriátricas, a serem entregues ao abrigo que ali funciona. A exposição recebe apoio da Coordenadoria das Associações Orquidófilas do Brasil (CAOB).

São os seguintes os orquidários que estarão presentes, comercializando variadas espécies e híbridos de orquídeas, além de insumos do interesse dos orquidófilos:

  • Mundo NPK – de Ibirá (SP)
  • Orchidcastle – de Guararema (SP)
  • Yoshi – de Piedade (SP)
  • Bela Vista Orchids – de Assis (SP)
  • Emnuel – de Várzea Paulista (SP)
  • Orquidário da Serra – de São Pedro (SP)
  • Progresso – de Maringá (PR)
  • Nova Londres – de Londrina (PR)

ACEO homenageia associados por 10 anos de contribuição para o FestOrquídeas

ACEO homenagem
A placa, confeccionada na olaria do Heitor, recebeu tratamento artesanal.
Francisco Juvêncio (esq.) e Marcelo Carvalho, diretor técnico da ACEO.
Francisco Juvêncio (esq.) e Marcelo Carvalho, diretor técnico da ACEO.

Nove dos 76 membros da Associação Cearense de Orquidófilos (ACEO) registram um histórico de participação em todas as edições do FestOrquídea, exposição anual que se realiza, em Fortaleza, desde 2007. Sábado passado, por ocasião do 10º FestOrquídeas, e numa iniciativa da presidente Juliana Coelho, a ACEO homenageou aqueles nove associados, entregando-lhes uma placa na qual a entidade agradece por sua fidelidade e compromisso.

Natanael (esc.), Fernando Lima e Juliana Coelho.
Natanael (esq.), Fernando Lima e Juliana Coelho.

Na ocasião, o associado Natanael Oliveira, que conduziu a solenidade de entrega, destacou que a placa “não podia ser confeccionada em outro local que não fosse a olaria do Heitor, tão conhecida de todos nós. É uma peça simples, mas de bom gosto, que guarda, a partir de agora, grande significado. Hoje ela se torna um símbolo de fidelidade e de amor a nossa Associação.”

No final, disse Natanael: “Em nome de todos os membros da ACEO, parabenizo os homenageados e espero que continuem gravando seus nomes na história de nossa entidade – seja na cerâmica, seja no mármore mais nobre, seja no aço mais forte.”

Foram os seguintes, os sócios homenageados:

  • Fernando Augusto Vasconcelos Lima.
  • Francisco Juvêncio de Andrade Neto.
  • Italo Gurgel, ex-Presidente e atual Diretor de Comunicação.
  • Juliana Coelho Carvalho, ex-diretora de Eventos e atual Presidente.
  • Júlio César Alves de Sousa.
  • Luiz Wilson Lima Verde, que teve participação ativa na primeira fase da ACEO e que, na segunda fase, ocupou a Diretoria Técnica.
  • Maria Lúcia Machado Costa.
  • Olinda Esselin de Noca.
  • Vera Lúcia Matos Coelho, ex-Presidente e atual Tesoureira.

[CONTINUE LENDO…]

Grito de alerta: em todo o Nordeste, as orquídeas são hoje um patrimônio ameaçado

Roberto Otoch
Roberto Otoch levou ao debate uma mensagem contundente

A Associação Cearense de Orquidófilos (ACEO) promoveu sábado passado – segundo dia do 10º FestOrquídeas de Fortaleza – um rico debate inspirado no tema “Orquídeas do Nordeste, um patrimônio ameaçado”. A mesa redonda, mediada pelo Prof. Italo Gurgel, contou com a presença do ambientalista Roberto Otoch, da Fundação Mata Atlântica Cearense; Marcelo Carvalho, diretor técnico da ACEO, estudioso da Botânica e ativista ambiental; Hugo Leite de Albuquerque, diretor técnico da Associação Paraibana de Orquidófilos; Karime Soares, da Associação Orquidófila de Pernambuco; e Luiz Wilson Lima Verde, do Departamento de Biologia da Universidade Federal do Ceará, grande estudioso das orquídeas cearenses.

Os debatedores se detiveram em diferentes aspectos relacionados ao tema do encontro, a partir de exposição feita, no início, por Roberto Otoch. Referência nacional em Ornitologia, respeitado pela veemente defesa que faz do que resta dos nossos ecossistemas naturais, Otoch deu início a sua explanação mostrando a rota de dispersão da espécie Cattleya labiata pelo Nordeste brasileiro. Em seguida, alertou para os riscos que correm esta e todas as demais orquidáceas – assim como outros tesouros da flora e da fauna cearenses – por conta das agressões perpetradas pelo homem contra a natureza e, igualmente, em razão da inércia dos órgãos públicos criados para defendê-la.

[CONTINUE LENDO…]

ACEO entrega planta sorteada no 10º FestOrquídeas

Brassolaeliocattleya
Fábio recebe de Juliana Coelho um belo exemplar da Blc. Mirian Susuki
Brassolaeliocattleya
A Blc. sorteada, um híbrido complexo

No encerramento do 10º FestOrquídeas de Fortaleza, domingo passado, foi feito o sorteio de uma planta, na presença de membros da Associação Cearense de Orquidófilos (ACEO) e de visitantes da exposição. O bilhete sorteado era o de Fábio Queiroz Fernandes, que, de imediato, foi contatado, por telefone, pela presidente da ACEO, Juliana Coelho. Ontem, ele esteve na residência de Juliana para receber seu prêmio: uma bela Blc. Mirian Susuki doada pelo Orquidário Flores do Lago.

Fábio, de 38 anos, é casado, e começou a cultivar orquídeas em agosto deste ano. Já possui 10 vasos, constituindo o início de uma coleção que ele pretende expandir aos poucos. Fábio Fernandes também é criador de abelhas sem ferrão. Segundo ele, para se abraçar uma atividade de lazer, são necessárias quatro coisas: gostar de ler sobre o tema; participar de cursos, oficinas e palestras; visitar outros cultivadores/criadores; e praticar com prazer aquele hobby.

O feliz ganhador recebe os parabéns de todos os membros da ACEO.

Entrega de troféus encerra o 10º FestOrquídeas de Fortaleza

Visitantes vieram de vários Estados. Aqui, a presidente da ACEO, Juliana Coelho (à dir.), confraterniza com Amália Paiva, da Paraiba
Visitantes vieram de vários Estados. Aqui, a presidente da ACEO, Juliana Coelho (à dir.), confraterniza com Amália Paiva, da Paraiba

O 10º FestOrquídeas de Fortaleza encerrou-se, no final da tarde de domingo, 27, com a entrega de troféus aos cultivadores das plantas premiadas em sete categorias. A presidente da Associação Cearense de Orquidófilos, Juliana Coelho, agradeceu o grande envolvimento dos associados, que garantiu o sucesso da festa, e pediu que se cultivasse, na entidade, o clima de fraternidade e respeito mútuo, que deve prevalecer em todos os ambientes da ACEO. Em seguida, foi feito o sorteio da rifa de uma orquídea, tendo a Presidente entrado em contato, de imediato, com o ganhador, para dar a boa notícia.

Os destaques da premiação, este ano, foram os orquidófilos Fernando Augusto Lima, que conquistou dois troféus com a mesma planta, uma Brassavola nodosa (Melhor Espécie Estrangeira e Melhor Cultivo), e o casal Selene Garcia e Gerson Paiva, que leva para Natal os troféus de Melhor Híbrido e Melhor Espécie Botânica. Também foi realçado o fato de que a Srª Ana Paula Félix, que possui apenas três vasos de orquídeas, classificou duas Cattleya labiata: uma em segundo lugar e outra em terceiro, em categorias diferentes.

Os detentores do primeiro lugar foram brindados com um rico troféu de cristal, que leva incrustado o símbolo da Associação – uma Cattleya labiata. Os classificados em segundo e terceiro lugares receberam certificados.

Para fazer a entrega dos troféus, Juliana Coelho convidou representantes de dois grupos diferentes de associados: aqueles que ingressaram recentemente na Associação (Aderaldo Gomes de Almeida, Ademir Vicente de Oliveira e Adailson de Aquino) e três orquidófilas de nacionalidade estrangeira (Yanisley Martinez Alvarez, de Cuba; Teresa Tobella Chardon, da Espanha; e Stella Rubbo Papini, do Uruguai). Com esse gesto simbólico, a Presidente quis destacar dois aspectos: o crescimento contínuo e renovação dos quadros da ACEO e o fato de a entidade orquidófila cearense constituir-se em um núcleo agregador, onde pessoas de diferentes nacionalidades, raças, credos religiosos, tendências políticas e orientação sexual são recebidas em ambiente fraterno, onde não há lugar para manifestações de xenofobia, ódios, ofensas de inspiração política, ou preconceitos de qualquer natureza.

PÓDIO COMPLETO, SÓ NO ÚLTIMO DIA

Dendrobium phalaenopsis
Faltava no pódio o Dendrobium phalaenopsis do Edmilson

O pódio do FestOrquídeas somente fica completo no final da exposição, quando são computados os votos dos visitantes para aquela que consideram a mais bela planta da exposição. A mais votada foi um Dendrobium phalaenopsis híbrido, com duas longas hastes, apresentado pelo associado Edmilson Costa. Foi o seguinte o resultado final do julgamento:

  • Melhor Espécie Brasileira: Epidendrum ciliare (Italo Gurgel)
  • Melhor Espécie Estrangeira: Brassavola nodosa (Fernando Lima)
  • Melhor Cattlleya labiata – Troféu Waldir Lima Leite: Cattleya labiata tipo (Marlene Freitas de Andrade)
  • Melhor Híbrido: Dendrobium Caesar (Selene Garcia / Gerson Paiva)
  • Melhor Espécie Botânica: Bulbophyllum falcatum (Selene Garcia / Gerson Paiva)
  • Melhor Cultivo – Troféu Prof. Pedro Ivo Braga (Fernando Lima)
  • Melhor Planta da Exposição – Troféu Gerardo Carvalho: Dendrobium phalaenopsis Kultana blue x Mana blue (Francisco Edmilson Costa)

A FESTA EM IMAGENS

Nas fotos, a entrega dos sete troféus.

Italo Gurgel
Italo Gurgel recebe o troféu das mãos de Yanisley Martinez
Fernando Lima
Fernando Lima, Vera Coelho e a Brassavola duplamente premiada
Marlene Freitas
Marlene Freitas e um dos novos associados, Adilson de Aquino
Selene Garcia
Selene Garcia recebe o troféu das mãos da espanhola Teresa Tobella
Celene Garcia
Selene retorna para receber, de Aderaldo Almeida, um segundo troféu
Fernando Lima
Ademir Vicente de Oliveira entrega a Fernando Lima mais um troféu
A uruguaia Stella Rubo repassa o troféu a Edmilson
A uruguaia Stella Rubo repassa o troféu a Edmilson
Elas vieram de longe para enriquecer a ACEO: Stella Rubo, Teresa Tobella e Yanisney Martinez
Elas vieram de longe para enriquecer a ACEO: Stella Rubo, Teresa Tobella e Yanisney Martinez