Parque Dois Irmãos, no Recife, realiza sua 1ª Exposição de Orquídeas

Cartaz - Parque Dois Irmãos 2016Prossegue no Recife, até o próximo domingo, dia 22, a 1ª Exposição de Orquídeas do Parque Estadual de Dois Irmãos. Os visitantes encontram ali não somente orquídeas, mas também bonsais, cactos, suculentas e outras plantas ornamentais. Durante o evento, serão oferecidas palestras e mini-cursos.

O Parque Dois Irmãos é um importante patrimônio natural da Capital pernambucana. Tem 384 hectares, sendo considerado uma das maiores reservas de Mata Atlântica do Estado. Ali se pode conhecer esse rico ecossistema, suas plantas e seus animais nativos, como preguiças, saguis, quatis, capivaras, além de uma grande variedade de pássaros.

Mais informações sobre a exposição podem ser obtidas pelo telefone (81) 3184.7755, ou pelo endereço: zoodoisirmaos@gmail.com

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais

“Cartilha de Cultivo de Orquídeas” é roteiro de palestra no HGF

“Cultivo de orquídeas: hobby envolvente e descomplicado”. Com este mote, o professor Italo Gurgel, da Associação Cearense de Orquidófilos-ACEO, proferiu palestra, terça-feira, dia 17, no Hospital Geral de Fortaleza-HGF.

Italo, que é diretor de Comunicação da ACEO, compareceu ao hospital a convite do Dr. Artur D’Almeida, orquidófilo, presidente da Seção de Ensino, Aperfeiçoamento e Pesquisa do HGF. Uma participativa plateia, formada por médicos e enfermeiras, ouviu atentamente a explanação, tirou dúvidas e assistiu a uma demonstração de replante de uma Cattleya labiata. No final, a orquídea foi sorteada entre os presentes.

A "Cartilha de Cultivo de Orquídeas" deverá ser relançada, em 2ª edição, ainda este semestre.
A “Cartilha de Cultivo de Orquídeas” deverá ser relançada, em 2ª edição, ainda este semestre.

O professor Italo utilizou como roteiro a “Cartilha de Cultivo de Orquídeas”, trabalho de sua autoria, adotado pela ACEO para distribuição gratuita entre os novos associados. A obra está esgotada, mas a segunda edição já se encontra no prelo. O palestrante expôs, didaticamente, questões técnicas e práticas de cultivo, deixando claro que cuidar de orquídeas é uma saudável atividade de lazer, bem mais simples do que a maioria das pessoas imagina.

O HOSPITAL – A solenidade de posse do novo Diretor Geral, Dr. João Batista Silva, marcou o início das comemorações dos 47 anos do Hospital Geral de Fortaleza. A efeméride é assinalada, também, pela realização da 47ª Reunião Anual do HGF, que tem como tema “O vínculo humanizado e o avanço tecnológico na saúde”.

Criado em 23 de maio de 1969, o Hospital ocupa área de 64 mil metros quadrados (equivalente a 14 campos de futebol), possui 563 leitos e realiza atendimento em 63 especialidades e sub-especialidades. Além de ser um hospital com perfil terciário, atendendo pacientes com patologias de alta complexidade, agrega a importante missão de ensino.

O HGV detém recordes nacionais em transplantes e é a maior Unidade de AVC do país, com 20 leitos e capacidade para atender até 150 pacientes por mês. É referência nas especialidades de Cirurgia Geral, Neurologia, Neurocirurgia, Reumatologia, Nefrologia, Transplante Renal, de Fígado e de Pâncreas, Gineneco-obstetrícia, Traumato-ortopedia e Oftalmologia, entre outras.

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais

Dia das Mães movimenta o mercado de orquídeas no Nordeste

Em Fortaleza-CE, a Associação Cearense de Orquidófilos realizou neste sábado, dia 7, uma feira de flores à sombra das mangueiras na Casa de José de Alencar, em Fortaleza. Orquídeas, Adenium, flor de cera, bromélias, cactos e suculentas foram oferecidos aos visitantes daquele espaço cultural, que também tiveram oportunidade de adquirir adubos, substratos, e até bijuterias inspiradas nas orquídeas.

Em Natal-RN, o Orquidário Flores do Lago, de Patos de Minas, movimentou o final de semana no Sam’s Club.

Cartaz - João Pessoa 2016Em João Pessoa-PB (cartaz ao lado), as orquídeas invadiram o MAG Shopping. Ali, a 1ª Mostra de Orquídeas da Capital paraibana, que conta com o apoio da Associação Paraibana de Orquidófilos (APO), começou no dia 4, devendo encerrar-se neste domingo, 8. Presente, o Orquidário O Canto.

No Recife-PE, o Vill’Aldeia Orquídeas abriu, dia 4, o 7º Festival de Flores do Parque Dona Lindu. A programação prossegue até o próximo dia 15. O horário de funcionamento vai das 8:00h às 18:00h. Nos sábados e domingos, a partir das 10:00h, serão oferecidos, gratuitamente, minicursos e oficinas sobre cultivo de orquídeas.

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais

Membros da ACEO se reúnem para mais uma compra coletiva de orquídeas

É a ocasião de adquirir plantas selecionadas, de alta qualidade. (Foto: Orquidário Santa Bárbara)
É a ocasião de adquirir plantas selecionadas, de alta qualidade. (Foto: Orquidário Santa Bárbara)

A Associação Cearense de Orquidófilos (ACEO) está organizando uma nova compra coletiva de orquídeas. Somente podem participar os associados que estiverem em dia com a Tesouraria.

Qual a vantagem de aderir a essa iniciativa? – Os membros da entidade podem adquirir orquídeas de boa qualidade, em um orquidário criterioso, sem arcar com o custo do frete. Este será quitado pela Associação que, por sua vez, fica com as plantas enviadas como brinde. De todo modo, tais brindes terminam chegando às mãos dos associados, pois serão distribuídos, mais tarde, através dos sorteios que acontecem em todas as reuniões da entidade.

As compras coletivas vêm sendo realizadas, há muito tempo, pela ACEO, como mais uma estratégia destinada a desestimular a compra de plantas coletadas da mata. A Associação mantém campanha permanente de conscientização dos orquidófilos cearenses com relação aos malefícios do comércio criminoso de plantas surrupiadas da natureza.

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais

No Recife, as flores vão invadir o Parque Dona Lindu

Vill'Aldeia Orquideas - LogoComeça hoje, dia 4 de maio, no Recife, o 7º Festival de Flores do Parque Dona Lindu, onde poderão ser adquiridas orquídeas, bromélias, antúrios, cactos, palmeiras e outras plantas ornamentais. O horário de funcionamento vai das 8:00h às 18:00h. Nos sábados e domingos, a partir das 10:00h, serão oferecidos, gratuitamente, minicursos e oficinas sobre cultivo de orquídeas.

O evento, que se estende até o próximo dia 15, é promovido pelo Vill’Aldeia Orquídeas (www.villaldeia.com.br) e recebe apoio da Prefeitura da Capital pernambucana. A entrada é franca. O Parque Dona Lindu fica na Praia de Boa Viagem.

Outras informações podem ser obtidas pelos telefones (81) 98764.6000 e 98784.1000, ou pelo e-mail: info@villaldeia.com.br

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais

Sábado, 7 de maio, as orquídeas serão atração em Fortaleza

As flores já estão sendo preparadas para exposição e venda na CJA. (Foto: Orquidário Santa Gertrudes)
As flores já estão sendo preparadas para exposição e venda na CJA. (Foto: Orquidário Santa Gertrudes)

Os amantes das orquídeas em Fortaleza têm, sábado próximo, dia 7 de maio, dois programas imperdíveis, em dois diferentes espaços da Universidade Federal do Ceará.

Na Casa de José de Alencar (Av. Washington Soares, 6055), a Associação Cearense de Orquidófilos (ACEO) promove, durante todo o dia, uma Feira de Orquídeas e Plantas Ornamentais. Além da oportunidade de conhecer as diferentes atrações da CJA, um dos mais importantes equipamentos culturais do Estado, os visitantes poderão adquirir orquídeas e outras plantas, como Adenium, bromélias, cactos e bonsai. A Feira de Orquídeas acontece na véspera do Dia das Mães, tendo se tornado tradição na ACEO.

Já no Campus do Pici, o Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal do Ceará realiza, no mesmo dia, a oficina “Flores e Plantas Ornamentais em Vaso”. O ministrante será o Prof. Roberto Jun Takane. O evento, a ter lugar no Orquidário da UFC, se desdobrará em duas apresentações – uma às 8:30h e a segunda às 10:00h. Na inscrição, que pode ser feita na hora, solicita-se a doação de um quilo de alimento não perecível, mais um litro de óleo de cozinha. O material arrecadado será doado a instituição beneficente.

Na ocasião, também será lançado o livro “Cultivo Moderno de Orquídeas: Phalaenopsis e seus híbridos”, de autoria do Prof. Takane e dos engenheiros agrônomos Sérgio Yanagisawa e Wagner Vendrame.

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais

Nova Diretoria da SORN investirá em pesquisa e preservação das orquídeas

A Diretoria recém-empossada recebe da ACEO os votos de pleno êxito em sua gestão. A SORN é a entidade congênere mais próxima, geograficamente, da Associação Cearense de Orquidófilos.
A Diretoria recém-empossada recebe da Associação Cearense de Orquidófilos os votos de pleno êxito em sua gestão. A SORN é, geograficamente, a entidade congênere mais próxima da ACEO.

Foi eleita, sábado passado, 30 de abril, a nova Diretoria da Associação Orquidófila do Rio Grande do Norte (SORN), que traz de volta à presidência Severino Medeiros de Carvalho. Integram, ainda, a Diretoria: Clementino Câmara Neto, vice-presidente; Gabriel Santos Garcia, diretor técnico; Luiz Marcos Garcia Gonçalves, tesoureiro; Gisélia de Maria Ferreira Costa, diretora de Patrimônio; Ítala Nóbrega Bernardino, secretária; Wania Sousa Barbosa, diretora de Comunicação Social.

A chapa foi eleita por aclamação, em reunião que teve lugar no Parque das Dunas, em Natal. De acordo com o novo presidente, nos próximos dois anos a SORN investirá, sobretudo, em pesquisas e na preservação de espécies ameaçadas de extinção.

Foram palavras de Severino Medeiros: “Estamos voltando para dirigir a SORN, juntamente com um grupo unido e com vontade de trabalhar em prol da orquidologia e prestigiando a orquidofilia do Nordeste. Aguardem as primeiras medidas que vamos tomar em favor de uma orquidofilia sadia, com o compromisso de preservar as orquídeas no seu hábitat. Vamos também valorizar os trabalhos de pesquisa, nos quais a SORN já se tornou referência em pesquisas acadêmicas.” A propósito, ele lembrou estudo desenvolvido pela orquidóloga Maria do Rosário, com apoio da Associação norte-rio-grandense, e que foi apresentado em congresso internacional, na Costa Rica.

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais