“Bazar Rosa”, uma das muitas promoções do Grupo Amiga do Peito – GAP, que arrecada recursos para a ASSOCRIO. (Foto: http://www.assocrio.org.br)

“Bazar Rosa”, uma das muitas promoções do Grupo Amiga do Peito – GAP, que arrecada recursos para a ASSOCRIO. (Foto: http://www.assocrio.org.br)

Tudo é gratuito no FestOrquídeas: o ingresso na exposição e a participação nas oficinas e palestras. Entretanto, a Associação Cearense de Orquidófilos, promotora do evento, sugere aos visitantes a doação de alimento não perecível. A cada ano, o material arrecadado é destinado a uma instituição local que desenvolve trabalho beneficente de reconhecidos méritos.

Este ano, o 8º FestOrquídeas de Fortaleza, que se realizará, entre os dias 28 e 30 de novembro, na Casa de José de Alencar, coletará donativos para a Associação dos Amigos do CRIO – a ASSOCRIO. Trata-se de uma organização sem fins lucrativos, fundada em 2004, e que assumiu a missão de prestar assistência a pessoas portadoras de câncer e economicamente carentes. Seus beneficiários são os pacientes do Centro Regional Integrado de Oncologia (CRIO), instituição especializada no tratamento de câncer e que tem como foco principal a qualidade e humanização do atendimento.

A maioria dos pacientes atendidos pelo CRIO provém do Sistema Único de Saúde (SUS) e apresenta sérias dificuldades socioeconômicas, além do enfrentamento da doença. Para viabilizar o apoio a esse público, a ASSOCRIO se desdobra, o ano inteiro, realizando uma série de promoções que objetivam arrecadar doações. Conheça melhor esse extraordinário trabalho, visitando o site da Associação: http://www.assocrio.org.br/

Durante todo o 8º FestOrquídeas, estarão disponíveis, junto à organização do evento, cartazes e panfletos que informam sobre a ASSOCRIO. Os visitantes descobrirão que o encantamento despertado pela beleza das orquídeas é um sentimento que se harmoniza muito bem com a solidariedade.

{ 0 comments }

Cattleya granulosa, nativa do Rio Grande do Norte, premiada com o troféu “Igara Guerra 2014”. Cultivo: Edinho.

Cattleya granulosa, nativa do Rio Grande do Norte, premiada com o troféu “Igara Guerra 2014”. Cultivo: Edinho.

A Associação Orquidófila do Rio Grande do Norte-SORN realizou, em Natal, entre os dias 7 e 9 de novembro, sua 21ª Exposição Anual de Orquídeas. O evento foi um grande êxito, segundo relata a presidente da Associação Cearense de Orquidófilos, Vera Coelho, que compareceu à mostra, no Bosque das Mangueiras, tendo atuado como membro da Comissão Julgadora.

Em mensagem transmitida aos amigos, companheiros orquidófilos e a todos os que colaboraram para o sucesso da festa, o presidente da SORN, Dr. Roberto Guerra, assim se expressou:

“Concluimos mais uma exposição da SORN, e neste instante gostaríamos de enaltecer o esforço dos sócios, entre eles Severino, Wania, Gizelia, Luiz Marcos, Clementino e Iuná e outros que tornaram possível a realização do evento. Gostaríamos de ressaltar a prestimosa colaboração do Dr. Carlos Neves, de Gerson e Selene, e de Edinho, que, com suas belas plantas, somaram-se às nossas e abrilhantaram o evento. Destaque especial para os expositores e palestrantes José Arnaldo (bromélias), Clementino e Iuná (algas marinhas) e Edinho (cultivo), que despertaram a atenção e interesse do público em geral. Atenção especial para a ACEO (Ceará), na pessoa de Vera Coelho, e da APO (Paraíba), com vários colegas orquidófilos muito queridos, entre eles Hugo e Ovídio, que participaram também como juízes, juntamente com Vera. Recebemos, via internet, carinho e atenção de orquidólogos renomeados, como Leonardo Freitas do Vale. A todos meu muito obrigado. Roberto Guerra.”

Seguem-se algumas imagens da exposição:

Da esq. para a dir. os juízes Ovídio (PB), Vera Coelho (CE) e Hugo (PB) e o presidente da SORN, Roberto Guerra.

Da esq. para a dir., os membros da Comissão Julgadora - Ovídio (PB), Vera Coelho (CE) e Hugo (PB) – e o presidente da SORN, Roberto Guerra.

Blc. Hellen Brown, vencedora da exposição de acordo com o voto popular.

Blc. Helen Brown, vencedora da exposição de acordo com o voto popular.

Blc. Chia Lin 'New City', 1º lugar entre os híbridos nacionais.

Blc. Chia Lin ‘New City’, 1º lugar entre os híbridos nacionais.

Miltonia spectabilis var. moreliana, 1o. lugar na categoria Espécie Nacional.

Miltonia spectabilis var. moreliana, 1º lugar na categoria Espécie Nacional.

Cattleya claesiana (C. intermedia caerulea x C. loddigesii caerulea).

Cattleya claesiana (C. intermedia caerulea x C. loddigesii caerulea).

Ascocenda miniatum - 1º lugar na categoria Vandáceas.

Ascocenda miniatum – 1º lugar na categoria Vandáceas.

{ 1 comment }

Cartaz - Pindamonhangaba 2014Mapa - Pindamonhangaba 2014A XX Exposição Nacional de Orquídeas de Pindamonhangaba (São Paulo) abre suas portas às 19:00h dessa sexta-feira, dia 14. No sábado, a mostra poderá ser visitada das 8:00h às 22:00h e, no domingo, das 8:00h às 17:00h. O local é a Escola Estadual Alfredo Pujol, na Rua Rubião Júnior, em frente ao nº 192, centro da cidade (quem vem pela rodovia Presidente Dutra, veja, no mapa, como chegar ao estacionamento da escola). Os amantes das orquídeas também encontrarão ali uma feira de plantas. Pela primeira vez, a tradicional exposição de Pindamonhangaba é coordenada pela CAOB.

{ 0 comments }

Blc. Waikiki Gold 'Lea', um belo híbrido frequentemente presente nas exposições.

Blc. Waikiki Gold ‘Lea’, belo híbrido frequentemente presente nas exposições.

Não precisa ser membro da Associação Cearense de Orquidófilos-ACEO, promotora do evento. Qualquer cultivador de orquídea pode levar seus vasos floridos para expor na Casa de José de Alencar, nos dias 28, 29 e 30 de novembro, quando se realiza o 8º FestOrquídeas de Fortaleza.

Todo orquidófilo gosta de mostrar suas flores. Para isto, o FestOrquídeas é a melhor vitrina, uma vez que um público de milhares de pessoas (até 20 mil em edições anteriores) visita a exposição, encantando-se com a beleza das flores e fotografando-as para depois exibir as imagens nas redes sociais. Não há cenário mais belo para um selfie.

E atenção: a ACEO instituiu, este ano, um apoio oficial aos expositores. Todo membro da Associação que se apresentar com um mínimo de três vasos floridos para expor receberá, de brinde (sem sorteio), uma muda de orquídea. De acordo com o Regimento da Associação, em seu Art. 23º, “A ACEO destinará ajuda de custo equivalente a 2,0% (dois por cento) do Salário Mínimo vigente no País, eliminando-se os centavos, para cada vaso, beneficiando orquidófilos ou associações orquidófilas de qualquer cidade fora da Região Metropolitana de Fortaleza, desde que inscrevam um mínimo de 15 (quinze) vasos floridos.” Este ano, os 2% a que se refere o Estatuto correspondem a R$ 14,00.

"Labiata de Ouro", um dos mais belos troféus orquidófilos do país.

“Labiata de Ouro”, um dos mais belos troféus orquidófilos do país.

Pessoas interessadas em expor devem levar seus vasos para a Casa de José de Alencar na manhã da sexta-feira, 28. É bastante que a planta esteja florida, enraizada, e não apresente sintomas de pragas e doenças. Há outra restrição: não são aceitas plantas retiradas da natureza. A ACEO faz permanente campanha contra o comércio das chamadas “plantas do mato”, e não as aceita na exposição, nem na feira de plantas que acontece no entorno. Todas as plantas expostas serão submetidas à apreciação de uma Comissão Julgadora e as vencedoras, nas diferentes categorias, receberão um cobiçado troféu, a “Labiata de Ouro”, especialmente criada para a ACEO pela artista plástica Aurinete Porto. Os visitantes também votam na orquídea que consideram a mais bela. São as seguintes, as categorias de premiação: Melhor Espécie Brasileira, Melhor Espécie Estrangeira, Melhor Cattleya labiata, Melhor Híbrido, Melhor Espécie Botânica, Melhor Cultivo, Melhor planta da exposição de acordo com o voto popular.

{ 0 comments }

Cartaz - SORN 2014A Associação Orquidófila do Rio Grande do Norte-SORN realiza, nos próximos dias 7, 8 e 9, sua 21ª Exposição Anual de Orquídeas. O evento acontece no Bosque das Mangueiras, em Natal, onde, além da exposição e venda de orquídeas, também acontecerão oficinas de cultivo. É a seguinte a programação:

Dia 07/11 – Sexta Feira

  • 07:30h às 12:00h – Recebimento de plantas
  • 15:00h às 20:00h – Visitação pública
  • 17:00h – Abertura oficial pelo Dr. Roberto Guerra, Presidente da SORN

Dia 08/11 – Sábado

  • 08:00h às 20:00h – Visitação pública
  • 10:00h – Oficina – Cultivo de cactos e suculentas – Gilvan Cadete
  • 11:00h – Julgamento das plantas
  • 11:30h – Oficina – Cultivo de bromélias – José Arnaldo Medeiros
  • 14:00h – Palestra – A SORN e o mar – Prof. Clementino Câmara
  • 15:00h – Palestra – Cultivo de orquídeas em toras de madeira – Edson Mattos

Dia 09/11 – Domingo

  • 08:00h às 18:00h – Visitação pública
  • 17:00h – Premiação
  • 18:00h – Encerramento
Cartaz - Limeira 2014Em São Paulo, a Associação Orquidófila de Limeira realiza, no próximo final de semana, sua XII Exposição Nacional de Orquídeas e convida a todos para participarem. Será no Centro Municipal de Eventos de Limeira, Av. Maria Thereza S. Barros Camargo, 1525, Jardim Aquários (antiga Lival).

A entrada é franca e o estacionamento gratuito. A exposição conta com apoio da Prefeitura Municipal de Limeira e faz parte do calendário oficial de festividades da cidade. É o seguinte o horário de funcionamento:

  • Dia 07.11/14 – das 19:00h às 22:00h
  • Dia 08.11.14 – das 09:00h às 22:00h
  • Dia 09.11.14 – das 09:00h às 17:00h

A área de vendas estará aberta ao público na sexta-feira e no sábado, das 09:00h às 22:00h e, no domingo, das 09:00h às 17:00h. Também serão montadas, no local, uma praça de alimentação e barracas de artesanato. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (19) 3452. 68.70 (Cristóvão) ou (19) 3441.53.44 (Vivaldo).

Cartaz - Laje do Muriae 2014No Estado do Rio, nesse mesmo fim de semana – de 7 a 9 de novembro – acontece a I Exposição de Orquídeas de Laje do Muriaé, uma realização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e do Espaço Floral Damaris Cabral. O endereço da festa: Rua Ferreira César, S/N, Quadra da FAETEC. Estarão presentes, na área de comercialização, o Orquidário Binot, de Petrópolis, e o Orquidário Imperial, de Maricá.

Vale destacar que exposições de orquídeas têm acontecido em várias cidades da região Noroeste do Estado, o que resulta de um esforço de colecionadores e comerciantes no sentido de divulgar o cultivo de orquídeas, atraindo mais adeptos para essa atividade.

{ 0 comments }

Tereza e Italo (à esq.) receberam Frans e Maria (à dir.) em seu orquidário no Eusébio.

Tereza e Italo (à esq.) receberam Frans e Maria (à dir.) em seu orquidário no Eusébio.

O diretor de Comunicação da Associação Cearense de Orquidófilos, Prof. Italo Gurgel, e sua esposa, Tereza, receberam a visita do Prof. Frans Waanders, que se encontra de férias, em Fortaleza, acompanhado da esposa, Maria. O visitante é diretor da Escola de Química e Engenharia de Minas da Universidade do Noroeste, na África do Sul. Orquidófilo e estudioso das orquídeas de seu país, ele é responsável pela descoberta de uma nova espécie incorporada à lista de orquídeas sul-africanas: a Bonatea polypodantha.

Publicação traz artigos sobre as orquídeas da África do Sul.

Publicação traz artigos sobre as orquídeas da África do Sul.

O Prof. Waanders esteve na Argentina e Chile, em missão acadêmica, vindo depois para Fortaleza, em gozo de férias. No sítio de Italo Gurgel, com quem fez contato antes de deixar seu País, ele e Maria conheceram orquídeas cearenses, experimentaram o caju e fotografaram várias outras plantas ornamentais. O entendimento entre os dois casais foi facilitado pela presença do jornalista Marco Antonio Alencar, amigo dos anfitriões, e que fala inglês fluentemente. Ele presta assessoria à ACEO há bastante tempo, sendo autor dos cartazes de várias edições do FestOrquídeas, inclusive o deste ano. Frans presenteou a Associação com um exemplar da publicação “Orchids – South Africa 2014”, edição comemorativa da 21ª Conferência Mundial de Orquídeas, que aconteceu, este ano, em Pretória, na África do Sul.

Cenário das montanhas de Drakensberg. (Foto: H. Peters, in "Orchids South África - 2014".

Cenário das montanhas de Drakensberg. (Foto: H. Peters, in “Orchids South África – 2014″)

Frans e Maria – ela é nutricionista – residem em Potchefstroom, onde fica o campus da Universidade do Noroeste, uma das mais importantes da África do Sul, com 32 mil alunos matriculados. A cidade, de 150 mil habitantes, está a 120 quilômetros de Johannesburgo, numa altitude de 1.350 metros. A temperatura registra forte variação entre o inverno e o verão, bem assim entre o dia e a noite, assemelhando-se à dos estados do Sul do Brasil. Isso permite o cultivo de espécies de clima frio ou temperado, como o Cymbidium, por exemplo. Frans tem também um bom número de belos Paphiopedilum em seu orquidário, onde ele é obrigado a adotar medidas de proteção às plantas na época de frio mais intenso.

Disa uniflora 'Oudepost' AM/SAOC. Foto: L. Vogelpoel, in: "Orchids South África - 2014".

Disa uniflora ‘Oudepost’ AM/SAOC. (Foto: L. Vogelpoel, in: “Orchids South África – 2014″)

A África do Sul apresenta grande variedade de paisagens, que vão das praias banhadas de sol até as magníficas montanhas Drakensberg, com seus picos nevados, de mais de 3.000 metros de altitude. Isto resulta em uma variedade surpreendente de orquídeas endêmicas – 480 no total – na grande maioria, terrestres. Uma das mais belas orquídeas do País, cultivada hoje em todo o mundo, é a Disa uniflora, nativa da Província do Cabo.

A visita do Prof. Waanders abre portas para um intercâmbio futuro entre a Associação Cearense de Orquidófilos e os amantes das orquídeas na África do Sul.

Veja, abaixo, versão em inglês desta matéria.

{ 1 comment }

Tereza e Italo (à esq.) receberam Frans e Maria (à dir.) em seu orquidário no Eusébio.

Tereza and Italo (left) welcomed Frans and Maria (right) at their orchid house in Eusébio.

The director of communications from the Orchid Society of Ceará, Italo Gurgel, and his wife, Teresa, received the visit of Prof. Frans Waanders, who is on vacation in Fortaleza, together with his wife, Maria. Prof. Waanders is director of the School of Chemical and Mining Engineering at North-West University in South Africa. Also an orchid scholar in his country, he is responsible for the discovery of a new species incorporated into the list of South African orchids: Bonatea polypodantha.

Publicação traz artigos sobre as orquídeas da África do Sul.

The publication features articles about south african orchids.

Prof. Waanders was recently in Argentina and Chile for academic purposes, coming on vacation to Fortaleza afterwards. At Italo Gurgel’s camp house – whom he ​​contacted before leaving South Africa – Frans and Maria first met the orchids from Ceará, tasted cashews, and photographed several other ornamental plants. The understanding between the two couples was facilitated by the presence of journalist Marco Antonio de Alencar, friend of the hosts, and who speaks english fluently. He advises the Orchid Society of Ceará for a long time, and is the producer of several editions of the FestOrquídeas posters, including this year’s. Frans presented the Association with a copy of the publication “Orchids – South Africa 2014″, a commemorative edition of the 21th World Orchid Conference, held this year in Pretoria, South Africa.

Cenário das montanhas de Drakensberg. (Foto: H. Peters, in "Orchids South África - 2014".

View from the mountains of Drakensberg. (Photo: H. Peters, in “Orchids South África – 2014″)

Frans and Maria – she is a dietician – reside in Potchefstroom, home to the campus of North-West University, one of the most important in South Africa, with 32,000 students enrolled. The city of 150,000 inhabitants is 120 kilometers from Johannesburg, at an altitude of 1,350 meters. The temperature there varies strongly between winter and summer, as well as between day and night, resembling the southern states of Brazil. This allows the cultivation of species of cold or temperate climates, such as Cymbidium, for example. Frans also has a good number of beautiful Paphiopedilum in his orchid house, where he is obliged to take measures to protect the plants at times of intense cold.

Disa uniflora 'Oudepost' AM/SAOC. Foto: L. Vogelpoel, in: "Orchids South África - 2014".

Disa uniflora ‘Oudepost’ AM/SAOC. (Photo: L. Vogelpoel, in: “Orchids South África – 2014″)

South Africa has a great variety of landscapes, ranging from sun-drenched beaches to the magnificent Drakensberg mountains, with its snowy peaks of over 3,000 meters. This results in an amazing variety of endemic orchids – 480 in total – in most cases, ground orchids. One of the most beautiful orchids in the country, now grown worldwide, is the Disa uniflora, a native of Cape Province.

The visit of Prof. Waanders opens the doors for future exchanges between The Orchid Society of Ceará and orchid lovers of South Africa.

{ 1 comment }

Cartaz - Piracicaba 2014No próximo fim-de-semana – 31 de outubro, 1º e 2 de novembro – tem exposição de orquídeas em Piracicaba, São Paulo. A promoção é da Associação Orquidófila Piracicabana (Orquipira), que realiza o evento no Clube de Campo (Av. Torquato da Silva Leitão, 297), com entrada franca. No local, também haverá uma feira de orquídeas. A abertura oficial está prevista para as 18:00h da sexta-feira, 31, e o encerramento, para as 17:00h do domingo, dia 2. Mais informações estão disponíveis no blog da Associação: orquipira@blogspot.com.br

{ 0 comments }