ACEO faz recomendações aos facilitadores das oficinas na Bienal/FestOrquídeas

ACEO

ASSOCIAÇÃO CEARENSE DE ORQUIDÓFILOS (ACEO)

4ª Bienal de Orquídeas do Nordeste / 11º FestOrquídeas de Fortaleza

2, 3 e 4 de fevereiro de 2018

RECOMENDAÇÕES AOS FACILITADORES DAS OFICINAS

A Associação Cearense de Orquidófilos recomenda, aos facilitadores das oficinas a serem ministradas na 4ª Bienal de Orquídeas do Nordeste / 11º FestOrquídeas de Fortaleza:

  1. Iniciar sua apresentação, pontualmente, no horário previsto na Programação e concluí-la em 50 (cinquenta) minutos, de modo a se produzir um intervalo de 10 (dez) minutos entre uma e outra oficina;
  2. Providenciar, com a necessária antecedência, o material de que irá necessitar durante sua oficina, podendo contar, para isso, com o apoio da Diretoria de Eventos;
  3. Restringir-se ao tema da oficina, evitando assuntos relacionados a política, religião ou outras temáticas que possam suscitar discordâncias e polêmicas;
  4. Nas oficinas de cultivo de orquídeas, solicita-se aos facilitadores que, no momento apropriado, apresentem a Cartilha de Cultivo de Orquídeas, disponível na tenda da Associação, ao preço de R$ 25,00 (vinte e cinco reais), e recomendem, aos participantes, aproximarem-se da ACEO, na perspectiva de se tornarem futuros associados.
  5. Também nas oficinas de cultivo de orquídeas, a ACEO sugere que os facilitadores recomendem aos participantes jamais adquirirem orquídeas retiradas diretamente da natureza. O combate ao comércio criminoso de “orquídeas do mato” se constitui em campanha permanente da Associação Cearense de Orquidófilos.

Fortaleza, 01 de dezembro de 2017.

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais

ACEO divulga normas para a participação de expositores na Bienal/FestOrquídeas

ACEO

ASSOCIAÇÃO CEARENSE DE ORQUIDÓFILOS-ACEO

4ª Bienal de Orquídeas do Nordeste / 11º FestOrquídeas de Fortaleza

2, 3 e 4 de fevereiro de 2018

NORMAS DE PARTICIPAÇÃO – EXPOSITORES

A participação na 4ª Bienal de Orquídeas do Nordeste / 11º FestOrquídeas de Fortaleza, como Expositor, pressupõe o conhecimento prévio e a necessária observância das seguintes Normas:

  1. As plantas apresentadas, para exposição, devem apresentar aspecto saudável, coerente com as características esperadas para cada espécie, e denotarem bom cultivo;
  2. É permitido o tutoramento das plantas, desde que se utilize apenas um tutor por haste, com amarrilhos para as flores;
  3. Não é necessário apresentar vasos perfeitamente limpos, embora a sujeira excessiva não seja tolerada, sugerindo-se a colocação em cachepots quando não for possível limpar o vaso;
  4. É aconselhável aparar as partes podres, manchadas, quebradas ou secas das folhas e pseudobulbos e as inflorescências antigas, assim como os botões defeituosos;
  5. É desaconselhável a apresentação de vasos com suportes enferrujados ou quebrados;
  6. É desaconselhável a apresentação de plantas que denotem maus-tratos ou displicência;
  7. Será rejeitada a planta que apresente sinais de que foi coletada recentemente na natureza;
  8. Desaconselha-se o uso de xaxim como substrato ou suporte;
  9. Plantas não identificadas pelo nome científico ou horticultural completo podem ser expostas, mas somente se habilitarão a receber premiação caso, no entendimento da Comissão Julgadora, apresentem excepcional qualidade;
  10. Plantas com sintomas de pragas e/ou doenças, assim como aquelas que não estejam enraizadas no vaso ou em qualquer tipo de suporte, não serão aceitas pela Comissão de Recebimento;
  11. Não será aceito o uso de adereços nos vasos: são as flores que devem chamar a atenção da Comissão Julgadora e do público visitante, e não a utilização de recursos artificiais;
  12. Os expositores devem observar os horários para entrega e retirada das plantas. Somente em casos excepcionais, mediante apresentação de sólidas justificativas, a Diretoria de Eventos poderá autorizar o ingresso ou saída dos vasos fora dos dias e/ou horários estabelecidos.

Fortaleza, 01 de dezembro de 2017.

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais

Divulgada programação da 4ª Bienal de Orquídeas do NE e 11º FestOrquídeas de Fortaleza

Cattleya labiataA Associação Cearense de Orquidófilos (ACEO) dá a público a programação da 4ª Bienal de Orquídeas do Nordeste e 11º FestOrquídeas de Fortaleza. O mega evento está agendado para os dias 2, 3 e 4 de fevereiro próximo, época na qual a Cattleya labiata, a mais bela orquídea do Brasil (foto ao lado), estará no auge de sua floração no Ceará.

A programação prevê nada menos de 14 oficinas gratuitas sobre cultivo de orquídeas e de outras plantas, além de uma mesa-redonda, marcada para a tarde do sábado, dia 3, reunindo especialistas de vários Estados. Três orquidários comerciais estarão presentes. É aguardada a presença de associações orquidófilas de todo o Nordeste.

Sexta-Feira (02/02/18)

  • 08:00h às 13:00h – Recebimento de plantas
  • 13:00h – Oficina: Cultivo de orquídeas – Michelle Canário (ACEO)
  • 14:00h – Oficina: Cultivo de cactos e suculentas – Júlio César (ACEO)
  • 14:00h às 15:00h – Julgamento
  • 15:00h às 18:00h – Visitação da exposição
  • 15:00h – Oficina: Cultivo de orquídeas – Gerson Paiva (Natal/RN)
  • 16:00h – Solenidade de abertura

Sábado (03/02/18)

  • 08:00h às 18:00h – Visitação
  • 09:00h – Oficina: Cultivo de orquídeas – Karime Soares (ASSOPE)
  • 10:00h – Oficina: Cultivo de orquídeas – Jarbas Nobre (APO)
  • 11:00h – Oficina: Cultivo de orquídeas – Hugo Leite Albuquerque (APO)
  • 13:00h – Oficina: Cultivo de Adenium – Fraterno Ralf Neto (AOBAL)
  • 14:00h – Oficina: Cultivo de orquídeas com algas marinhas recicladas – Clementino Câmara Neto (SORN)
  • 15:00h – Oficina: Cultivo de Catasetum – João Luís da Silva (ASSOPE)
  • 16:00h – Mesa redonda: “Cattleya labiata – Cultivo, área de ocorrência e variedades da Rainha do Nordeste”.

 Domingo (04/02/18)

  • 08:00h às 17:00h – Visitação
  • 09:00h – Oficina: Mini jardins de cactos e suculentas – Fátima Oliveira (ACEO)
  • 10:00h – Oficina: Cultivo de Adenium – Talles Gomes (Fortaleza-Ce)
  • 11:00h – Oficina: Cultivo de orquídeas – Italo Gurgel (ACEO)
  • 13:00h – Oficina: Cultivo de Tillandsia – Izael Barbosa (Natal-RN)
  • 14:00h – Oficina: Cultivo de plantas aquáticas – Sanjay Veiga (Fortaleza-Ce)
  • 16:00h – Entrega de troféus
  • 17:00h – Encerramento da exposição

SIGLAS:

ACEO – Associação Cearense de Orquidófilos, SORN – Associação Orquidófila do Rio Grande do Norte, APO – Associação Paraibana de Orquidófilos, ASSOPE – Associação Orquidófila de Pernambuco, AOBAL – Associação dos Orquidófilos e Bromeliófilos de Alagoas, OASE – Orquidófilos Associados de Sergipe.

Foto: Cattleya labiata rubra ‘Senhora’ (foto e cultivo: Italo Gurgel)

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais

Começa contagem regressiva para 4ª Bienal de Orquídeas do Nordeste e 11º FestOrquídeas

ACEO

A Associação Cearense de Orquidófilos (ACEO) será anfitriã, este ano, da 4ª Bienal de Orquídeas do Nordeste, evento que acontecerá, nos próximos dias 2, 3 e 4 de fevereiro, paralelamente ao 11º FestOrquídeas de Fortaleza. O cenário, tal como aconteceu nos últimos anos, é a Casa de José de Alencar, o histórico e aprazível equipamento cultural da Universidade Federal do Ceará, situado na Av. Washington Soares, 6055, na Capital cearense.

Confirmaram presença as associações orquidófilas do Rio Grande do Norte (SORN e CPO), Paraíba (APO), Pernambuco (ASSOPE), Alagoas (AOBAL) e Sergipe (OASE). Além da exposição de orquídeas, apresentadas pelos membros da ACEO e trazidas pelos Orquidófilos visitantes, estão previstas oficinas de cultivo, mesa redonda e feira de orquídeas cultivadas em laboratório, além de outras plantas ornamentais. É expressamente proibida a venda de plantas retiradas da natureza. Três orquidários comerciais atenderão ao público interessado em adquirir plantas de alta qualidade: Flores do Lago, de Patos de Minas/MG; K&S Orquídeas, de Pindamonhangaba/SP; e Santa Gertrudes, do Ceará.

EM DEFESA DA NATUREZA

Em cada edição já realizada do FestOrquídeas, as exposições da ACEO têm atraído um público calculado em até 20 mil pessoas, nos três dias de sua realização. Evento com forte inserção na mídia impressa, rádio e televisão, a exposição anual se inspira no lema: “Uma celebração de amor à natureza”.

O tema é de grande relevância, uma vez que, em todos os estados do Nordeste, os ambientes naturais onde ocorrem as orquídeas têm sofrido crescente pressão, por conta da especulação imobiliária e da derrubada da cobertura vegetal para dar lugar à exploração agrícola. O cenário das exposições, pelo poder que revela para atrair um grande público e a atenção dos veículos de comunicação, tem-se revelado propício para se discutirem soluções e ecoar mensagens voltadas para a proteção ambiental.

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais

Confraternização natalina da ACEO: uma festa para celebrar a amizade

Uma longa mesa pare acolher os amigos que acorreram à Casa de José de Alencar.

O Natal da Associação Cearense de Orquidófilos (ACEO) foi comemorado, sábado passado, dia 16, na Casa de José de Alencar, com um almoço de comidas típicas seguido da troca de presentes e um alentado sorteio de orquídeas. Para arrematar o almoço, Vera (diretora de Eventos) e Juliana Coelho (presidente) levaram tortas e docinhos por elas mesmas confeccionados.

Juliana entrega orquídea à tesoureira Mônica.

A primeira planta sorteada foi um híbrido de Cattleya. Destinava-se àquele(a) associado(a) que houvesse revelado maior assiduidade às reuniões da ACEO durante o ano de 2017.  Registrado empate entre Vera e Mônica (tesoureira), foi feito sorteio, cabendo o brinde a esta última. Após o “amigo secreto”, que aproximou mais ainda os antigos e os novos associados, foram feitos sorteios de uma dezenas de Bulbophyllum originários do Orquidário Santa Bárbara. Dadas as especificidades desse gênero, Vera Coelho fez uma pequena preleção sobre as características morfológicas das plantas e deu dicas de cultivo.

Ao final, Juliana agradeceu o apoio dos associados durante o ano que se encerra, lembrou a aproximação do 11º Fest-Orquídeas de Fortaleza, a se realizar nos dias 2, 3 e 4 de fevereiro, paralelamente à 4ª Bienal Nordestina de Orquídeas, e convidou a uma participação cada vez maior dos associdados, visando ao constante fortalecimento da ACEO.

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais

Prof. Clementino Câmara é homenageado por suas pesquisas com algas marinhas

Ao lado da esposa, dona Iuná, o Prof. Clementino recebe a merecida homenagem.

O biólogo e orquidófilo potiguar Clementino Câmara Neto, professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, foi homenageado pela UFRN, Universidade Federal Rural do RN e Prefeitura Municipal do Rio do Fogo pelo pioneirismo no processamento e reciclagem de macroalgas para produção de cosméticos, fitoterápicos e adubos.

Renomado pesquisador da área de Biologia, Prof. Clementino é Vice-Presidente da Associação Orquidófila do Rio Grande do Norte (SORN) e desenvolve pesquisa inédita relacionada ao uso de algas, também, no cultivo de orquídeas. Sua participação é aguardada na 4ª Bienal de Orquídeas do Nordeste e 11º FestOrquídeas de Fortaleza, onde discorrerá sobre esse tema.

A homenagem ao mestre foi prestada quarta-feira, dia 6, por ocasião do “II workshop sobre o uso de macroalgas como instrumento de desenvolvimento local”, realizado em Rio do Fogo, município localizado no litoral nordeste do RN, a 70 quilômetros de Natal.

Em tempo: a 4ª Bienal e o 11º FestOrquídeas estão agendados para os dias 2, 3 e 4 de fevereiro próximo, na Casa de José de Alencar, em Fortaleza.

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais

“Flores do Lago” traz festival de orquídeas a Fortaleza

As orquídeas do Flores do Lago sempre enfeitaram a grande exposição anual da ACEO.

O Orquidário Flores do Lago, de Patos de Minas (MG), que participou de todas as 10 edições já realizadas do FestOrquídeas, estará em Fortaleza, este mês, com uma mostra e venda de orquídeas. Serão centenas de espécies – e não somente orquidáceas, mas também cactos, suculentas e outras plantas ornamentais por ele produzidas. Aroldo Correa, o proprietário do Flores do Lago, estará presente orientando os visitantes na escolha das plantas e nos tratos culturais a serem a elas dispensados.

O “Festival Orquídeas Fortaleza” está programado para o período de 7 a 10 de dezembro, no Sam’s Club (Av. Santana Júnior, próximo ao terminal de ônibus do Papicu). Informações adicionais podem ser obtidas pelos telefones: (34) 99975.5131 ou (85) 99758.2922.

Em tempo: o Flores do Lago já confirmou sua presença no duplo evento a ser promovido, nos dias 2, 3 e 4 de fevereiro próximo, pela Associação Cearense de Orquidófilos: 4ª Bienal de Orquídeas do Nordeste e 11º FestOrquídeas de Fortaleza.

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais