Todos podem participar da 4ª Bienal / 11º FestOrquídeas

À esquerda, o troféu destinado aos vencedores nas diversas categorias. À direita, o souvenir que a ACEO oferecerá às associações orquidófilas visitantes.

Não precisa ser membro de uma associação orquidófila para participar da 4ª Bienal de Orquídeas do Nordeste / 11º FestOrquídeas de Fortaleza. Qualquer pessoa que cultive orquídeas pode levar seus vasos floridos, no próximo dia 2 de fevereiro, pela manhã, à Casa de José de Alencar, na Capital cearense, e inscrevê-los na exposição. As plantas serão recebidas até as 13:00h, com uma pequena tolerância para os expositores que vierem de outros Estados. Elas concorrerão ao valioso troféu reservado, pela Associação Cearense de Orquidófilos (ACEO), para os vencedores nas diversas categorias.

Um juri formado por especialistas apreciará todas as orquídeas e as classificará com base em rigorosos critérios. Serão distinguidas as três melhores de cada grupo. Aquela que conquistar o primeiro lugar irá para o pódio e, na solenidade de encerramento da exposição, seu cultivador receberá o troféu. As que se classificarem em 2º e 3º lugares serão contempladas com diplomas.

São as seguintes as categorias de premiação adotadas pela ACEO:

  • Melhor Espécie Brasileira;
  • Melhor Espécie Estrangeira;
  • Melhor Cattleya labiata (Troféu Waldir Lima Leite);
  • Melhor Híbrido;
  • Melhor Espécie Botânica;
  • Melhor Cultivo (Troféu Prof. Pedro Ivo Braga).

A escolha da Mais Bela Planta da Exposição, que fará jus ao Troféu Gerardo Carvalho, será feita através do voto popular.

RECOMENDAÇÕES

A ACEO recomenda que somente sejam levadas para a exposição as plantas que apresentem aspecto saudável e denotem bom cultivo. Será rejeitada aquela que aparenta ter sido coletada diretamente da natureza (a Associação condena, com veemência, o comércio de orquídeas retiradas da mata). Também se desaconselha o uso de xaxim como substrato ou suporte, uma vez que a extração e comercialização dessa planta (Dicksonia sellowiana) estão proibidos, uma vez que a espécie corre risco de extinção.

Leia, nesta página, matéria sobre as normas de participação: aqui

AJUDA DE CUSTO

A ACEO destinará ajuda de custo equivalente a 2,0% (dois por cento) do Salário Mínimo vigente no País (eliminando-se os centavos) para cada vaso, beneficiando orquidófilos ou associações orquidófilas de qualquer cidade fora da Região Metropolitana de Fortaleza, desde que inscrevam um mínimo de 15 (quinze) vasos floridos. Com o salário mínimo ajustado, recentemente, para R$ 954,00, a ajuda será de R$ 19,00 para cada vaso.

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail this to someone
Compartilhe nas redes sociais

Deixe um comentário