ACEO estará presente à Semana do Meio Ambiente na UNIFOR

A beleza das exposições de orquídeas estará de volta à Unifor.
De volta à Unifor, a beleza das exposições de orquídeas.

A Universidade de Fortaleza-UNIFOR comemora, mais uma vez, o Dia Mundial do Meio Ambiente, chamando a atenção, este ano, para a conscientização e a preservação ambiental. Temas como a exploração do petróleo e o desastre de Mariana serão discutidos durante as mesas-redondas. A Associação Cearense de Orquidófilos-ACEO volta a integrar-se a essa programação, participando com uma mostra de orquídeas.

A edição de 2016 da Semana do Meio Ambiente da UNIFOR, programada para acontecer entre os dias 6 e 10 de junho, incluirá, também, apresentações culturais e exposição de objetos produzidos a partir de material reciclado, além de uma passeata com as crianças da Escola de Aplicação Yolanda Queiroz. O ponto alto acontece nos dias 9 e 10 de junho, quando será realizado o II Meio Ambiente em Foco, um debate entre estudiosos de temas ambientais e interdisciplinares.

Realizadas pelo Projeto Cidadania Ativa do CCJ e pela Associação dos Professores de Direito Ambiental do Brasil, as mesas-redondas terão lugar no auditório do Bloco Z. As inscrições poderão ser feitas no local. Os participantes receberão certificado válido como atividade complementar. Todas as atividades são abertas ao público.

Confira a programação do evento no endereço: http://www.unifor.br/index.php – link: Comunicação e Marketing – Eventos.

Em tempo de festa junina, Caruaru ganha exposição de orquídeas

Cartaz - Caruaru 2016Nos próximos dias 4 e 5 de junho, a cidade de Caruaru, em Pernambuco, será brindada com a 1ª Exposição de Orquídeas e Rosas do Deserto. Os organizadores esperam reunir cerca de 300 vasos de orquídeas de diferentes espécies e mais de 400 de Adenium (a “rosa do deserto”), que ficarão expostos na Praça de Eventos do Polo Caruaru, entre 9:00h e 18:00h. O acesso é gratuito. No local, os visitantes poderão não apenas apreciar as orquídeas, mas também adquirir alguns exemplares. A iniciativa é da Associação Orquidófila de Pernambuco-ASSOPE.

A cidade de Caruaru, a 130 quilômetros do Recife, é a mais populosa do interior de Pernambuco, com cerca de 350 mil habitantes. Trata-se de um importante polo médico-hospitalar, acadêmico, cultural e turístico. Realiza a maior festa junina do mundo, segundo registro do Guinness World Records, e possui, também, uma das maiores feiras livres do planeta, tombada pelo IPHAN como patrimônio imaterial do País. Seu artesanato de barro é mundialmente conhecido.

UFRRJ abre esta semana sua 11ª Exposição de Orquídeas e Bromélias

Cartaz - UFRRJ 2016A Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) realiza, entre os dias 1º e 3 de maio, sua 11ª Exposição de Orquídeas e Bromélias. O evento acontece no prédio central do campus universitário, na BR-465, quilômetro 7, em Seropédica-RJ. Durante os três dias, serão oferecidos minicursos e oficinas de cultivo. Interessados em participar podem inscrever-se pelo endereço: 11exporquideasufrrj@gmail.com

A realização é do Curso de Agronomia, com apoio da Reitoria e Pró-Reitoria de Extensão. O Orquidário Imperial estará presente comercializando plantas selecionadas. Atenção para os horários: nos dois primeiros dias (quarta e quinta-feira), a exposição estará aberta ao público das 8:30h às 17:00h; sexta-feira, das 8:30h às 12:00h.

Para mais informações, comunique-se com: abboud@ufrrj.br ou araujoft@ufrrj.br

A UNIVERSIDADE – A UFRRJ foi criada em 1910 e iniciou suas atividades em 1913. Desde então, fundiu-se com outras instituições, criou novos cursos e se tornou referência nacional em diversas áreas do conhecimento.

A CIDADE – Seropédica é uma verdadeira cidade universitária. Fica às margens da rodovia Presidente Dutra, distando, aproximadamente, 45 quilômetros do centro do Rio de Janeiro, na direção de São Paulo.

Parque Dois Irmãos, no Recife, realiza sua 1ª Exposição de Orquídeas

Cartaz - Parque Dois Irmãos 2016Prossegue no Recife, até o próximo domingo, dia 22, a 1ª Exposição de Orquídeas do Parque Estadual de Dois Irmãos. Os visitantes encontram ali não somente orquídeas, mas também bonsais, cactos, suculentas e outras plantas ornamentais. Durante o evento, serão oferecidas palestras e mini-cursos.

O Parque Dois Irmãos é um importante patrimônio natural da Capital pernambucana. Tem 384 hectares, sendo considerado uma das maiores reservas de Mata Atlântica do Estado. Ali se pode conhecer esse rico ecossistema, suas plantas e seus animais nativos, como preguiças, saguis, quatis, capivaras, além de uma grande variedade de pássaros.

Mais informações sobre a exposição podem ser obtidas pelo telefone (81) 3184.7755, ou pelo endereço: zoodoisirmaos@gmail.com

Dia das Mães movimenta o mercado de orquídeas no Nordeste

Em Fortaleza-CE, a Associação Cearense de Orquidófilos realizou neste sábado, dia 7, uma feira de flores à sombra das mangueiras na Casa de José de Alencar, em Fortaleza. Orquídeas, Adenium, flor de cera, bromélias, cactos e suculentas foram oferecidos aos visitantes daquele espaço cultural, que também tiveram oportunidade de adquirir adubos, substratos, e até bijuterias inspiradas nas orquídeas.

Em Natal-RN, o Orquidário Flores do Lago, de Patos de Minas, movimentou o final de semana no Sam’s Club.

Cartaz - João Pessoa 2016Em João Pessoa-PB (cartaz ao lado), as orquídeas invadiram o MAG Shopping. Ali, a 1ª Mostra de Orquídeas da Capital paraibana, que conta com o apoio da Associação Paraibana de Orquidófilos (APO), começou no dia 4, devendo encerrar-se neste domingo, 8. Presente, o Orquidário O Canto.

No Recife-PE, o Vill’Aldeia Orquídeas abriu, dia 4, o 7º Festival de Flores do Parque Dona Lindu. A programação prossegue até o próximo dia 15. O horário de funcionamento vai das 8:00h às 18:00h. Nos sábados e domingos, a partir das 10:00h, serão oferecidos, gratuitamente, minicursos e oficinas sobre cultivo de orquídeas.

No Recife, as flores vão invadir o Parque Dona Lindu

Vill'Aldeia Orquideas - LogoComeça hoje, dia 4 de maio, no Recife, o 7º Festival de Flores do Parque Dona Lindu, onde poderão ser adquiridas orquídeas, bromélias, antúrios, cactos, palmeiras e outras plantas ornamentais. O horário de funcionamento vai das 8:00h às 18:00h. Nos sábados e domingos, a partir das 10:00h, serão oferecidos, gratuitamente, minicursos e oficinas sobre cultivo de orquídeas.

O evento, que se estende até o próximo dia 15, é promovido pelo Vill’Aldeia Orquídeas (www.villaldeia.com.br) e recebe apoio da Prefeitura da Capital pernambucana. A entrada é franca. O Parque Dona Lindu fica na Praia de Boa Viagem.

Outras informações podem ser obtidas pelos telefones (81) 98764.6000 e 98784.1000, ou pelo e-mail: info@villaldeia.com.br

Fortaleza vai sediar a 4ª Bienal de Orquídeas do Nordeste em 2018

A beleza das orquídeas no pódio de Maceió.
A beleza das orquídeas no pódio de Maceió.
Um lugar para os híbridos de todo o mundo.
Um lugar para os híbridos de todo o mundo.
Plantas de alta qualidade agradaram ao júri e ao público.
Plantas de alta qualidade agradaram ao júri e ao público.
Presença da ACEO: Vera, Ivelise, Kalina e Rogério.
Presença da ACEO: Vera, Ivelise, Kalina e Rogério.
O merecido prêmio.
O merecido prêmio.

Encerrou-se neste domingo, 10, em Maceió, a 3ª Bienal de Orquídeas do Nordeste. Na ocasião, a cidade de Fortaleza foi escolhida para abrigar o próximo evento regional. A proposta de trazer para o Ceará a Bienal de 2018 foi apresentada, pela Associação Cearense de Orquidófilos, através de seu diretor de Eventos, Rogério Sella, e da tesoureira, Vera Coelho. Também compuseram a delegação da ACEO as associadas Kalina Isabel e Ivelise Karla.

Em sua fala, ao participar da solenidade de abertura da Bienal de Maceió, Vera Coelho declarou: “Esta 3ª Bienal de Orquídeas do Nordeste é uma prova de que as entidades orquidófilas nordestinas estão crescendo, sempre avançando, e dialogando entre si, diálogo que consta como um de seus princípios estatutários e que, acima de tudo, representa um desejo sincero de suas lideranças. A cada nova edição, o evento se consolida mais, sendo inestimável o impacto que provoca, no sentido de ampliar o público dos amantes das orquídeas.”

Ela agradeceu pela recepção dada à representação cearense, pelos colegas de Alagoas, e ressaltou: “Viajamos mil e cem quilômetros para marcar presença neste evento. Mas valeu a pena. Quando se empunha uma bandeira – no caso, a das orquídeas – não há distância, não há barreiras que nos detenham.”

Vera, que participou da organização da Bienal de Maceió, também apresentou no evento uma oficina de Adenium.