O FestOrquídeas e seu personagem principal: as flores

As flores em exposição se tornam, naturalmente, o centro das atenções numa exposição de orquídeas. Elas são fotografadas pela maioria dos visitantes, que passam a difundir as imagens nas redes sociais, enfeitando o mundo virtual com a beleza das Cattleya, dos Dendrobium, dos Oncidium, dos híbridos. Aqui, uma seleção de fotos das flores apresentadas, pelos membros da Associação Cearense de Orquidófilos-ACEO, durante o 9º FestOrquídeas de Fortaleza, que se encerrou, dia 29 de novembro, na Casa de José de Alencar. (Fotos: Italo Gurgel)

Aerides Bangkok
Aerides Bangkok
Bulbophyllum lobbii
Bulbophyllum lobbii
Cattleya labiata tipo
Cattleya labiata tipo
Cattleya labiata var. alba
Cattleya labiata var. alba
Dendrobium Caesar Sutik
Dendrobium Caesar Sutik
Dendrobium wassellii
Dendrobium wassellii
Miltonidium Belux
Miltonidium Belux
Oncidium Sharry Baby
Oncidium Sharry Baby
Phalaenopsis lilás estriado
Phalaenopsis lilás estriado
Phalaenopsis pintalgado
Phalaenopsis pintalgado
Rodriguezia lanceolata
Rodriguezia lanceolata
Spathoglottis unguiculata
Spathoglottis unguiculata

No final do FestOrquídeas, a entrega dos troféus

Blc. Nobile’s Golden Fire, ganhadora do Troféu Gerardo Carvalho.
Blc. Nobile’s Golden Fire, ganhadora do Troféu Gerardo Carvalho.

Segue-se o registro fotográfico da entrega de troféus, marcando o término do 9º FestOrquídeas de Fortaleza, no final da tarde de domingo, 29. O troféu “Labiata de Ouro”, criado pela artista plástica Aurinete Porto para a Associação Cearense de Orquidófilos-ACEO, é destinado ao primeiro lugar de cada uma das categorias de premiação. Os proprietários das demais plantas premiadas recebem certificados.

Também no último dia da exposição foi definido o ganhador do Troféu Gerardo Carvalho, destinado à mais bela orquídea, na opinião do público visitante. Quem conquistou o prêmio foi Mônica Nepomuceno, com uma Blc. Nobile’s Golden Fire.

Melhor Espécie Brasileira: Vera Coelho (E) recebe o troféu das mãos de sua filha, Juliana, vice-presidente da ACEO.
Melhor Espécie Brasileira: Vera Coelho (E) recebe o troféu das mãos de sua filha, Juliana, vice-presidente da ACEO.
Melhor Espécie Estrangeira: Michelle Canário recebe de Marcelo Carvalho, diretor técnico-científico da ACEO.
Melhor Espécie Estrangeira: Michelle Canário recebe de Marcelo Carvalho, diretor técnico-científico da ACEO.
Melhor Cattleya labiata: Rogério Sella (D) recebe das mãos de Marcelo Carvalho.
Melhor Cattleya labiata: Rogério Sella (D) recebe das mãos de Marcelo Carvalho.
Melhor Híbrido: Edmilson Costa (E) recebe de Italo Gurgel, diretor de Comunicação da ACEO.
Melhor Híbrido: Edmilson Costa (E) recebe de Italo Gurgel, diretor de Comunicação da ACEO.
Melhor Espécie Botânica: Selene Garcia, representando Gerson Paiva, recebe de...
Melhor Espécie Botânica: Selene Garcia, representando Gerson Paiva, recebe de Thomaz Sidrin, presidente da ACEO.
Melhor Cultivo: Michelle Canário recebe o troféu das mãos de Thomaz Sidrin.
Melhor Cultivo: Michelle Canário recebe o troféu das mãos de Thomaz Sidrin.
Troféu Gerardo Carvalho (Voto Popular): Mônica Nepomuceno recebe de Thomaz Sidrin.
Troféu Gerardo Carvalho (Voto Popular): Mônica Nepomuceno recebe de Thomaz Sidrin.

 

Programação de palestras colocou importantes temas em discussão

Hugo Leite, diretor técnico da Associação Paraibana de Orquidófilos-APO
Hugo Leite, diretor técnico da Associação Paraibana de Orquidófilos-APO
Marcelo Carvalho, diretor técnico-científico da Associação Cearense de Orquidófilos-ACEO
Marcelo Carvalho, diretor técnico-científico da Associação Cearense de Orquidófilos-ACEO
Diva Correia, pesquisadora da Embrapa/CE
Diva Correia, pesquisadora da Embrapa/CE

Três palestras abrilhantaram, na tarde do sábado, dia 28, o 9º FestOrquídeas de Fortaleza. Iniciando a programação, Hugo Leite, diretor técnico da Associação Paraibana de Orquidófilos-APO, inspirou-se no tema “Cultivando orquídeas no Nordeste” e discorreu sobre a atuação das associações orquidófilas nordestinas, bem como sobre diferentes práticas de cultivo na região.

Marcelo Carvalho, diretor técnico-científico da Associação Cearense de Orquidófilos-ACEO, falou dos “Enclaves de floresta úmida no Estado do Ceará e novas ocorrências de orchidaceae”, apresentando resultados do trabalho de campo que vem realizando, em colaboração com o Pro-Árvore.

Por fim, a Drª Diva Correia, pesquisadora da Embrapa/CE, levou para o seminário sua experiência no “Cultivo in vitro de orquídeas”. Em sua explanação, falou das técnicas utilizadas e da colaboração que estabeleceu com membros da ACEO.

O seminário de palestras resultou do esforço da ACEO para oferecer a seus associados e ao público em geral informações enriquecedoras para quem cultiva e ama as orquídeas. Os que atentaram para a importância do evento e compareceram, deixaram o auditório gratificados.

Premiação: as plantas que mais brilharam no 9º FestOrquídeas

No podium, o primeiro lugar de cada uma das seis categorias já definidas.
No podium, o primeiro lugar de cada uma das seis categorias já definidas.

O 9º FestOrquídeas de Fortaleza foi aberto nesta sexta-feira, 27, ao abrigo das centenárias mangueiras da Casa de José de Alencar. No bucólico cenário, distribuem-se as tendas da exposição, dos orquidários comerciais e dos produtores de plantas ornamentais, como o Adenium (flor do deserto), cactos e bromélias.

O julgamento das plantas aconteceu no início da tarde. Integraram a Comissão Julgadora o Diretor Técnico da Associação Paraibana de Orquidófilos, Hugo Leite de Albuquerque; o orquidólogo Luiz Wilson Lima Verde, estudioso das orquídeas cearenses; e Aroldo Correia, proprietário do Orquidário Flores do Lago, de Patos de Minas. As plantas classificadas em primeiro lugar, em cada uma das seis categorias, receberão o troféu “Labiata de Ouro”.

É o seguinte o resultado da premiação:

Grupo A – Melhor Espécie Brasileira:

Catasetum ciliatum alba.
Catasetum ciliatum alba.
  • 1º lugar – Catasetum ciliatum alba (Vera Coelho)
  • 2º lugar – Epidendrum ciliare (Italo Gurgel)
  • 3º lugar – Miltonia bluntii (Gerson Paiva)

Grupo B – Melhor Espécie Estrangeira:

Aerides lawrenciae.
Aerides lawrenciae.
  • 1º lugar – Aerides lawrenciae (Michelle Canário)
  • 2º lugar – Dendrobium wassellii (Gerson Paiva)
  • 3º lugar – Brassavola nodosa (Gerson Paiva)

Grupo C – Melhor Cattleya labiata:

Cattleya labiata tipo.
Cattleya labiata tipo.
  • 1º lugar – Cattleya labiata tipo (Rogério Sella)
  • 2º lugar – Cattleya labiata var. alba (Rogério Sella)
  • 3º lugar – Cattleya labiata tipo (Italo Gurgel)

 Grupo D – Melhor Híbrido:

Phalaenopsis alba.
Phalaenopsis alba.
  • 1º lugar – Phalaenopsis alba (Edmilson Costa)
  • 2º lugar – Dendrobium Caesar Sutiknoi (Gerson Paiva)
  • 3º lugar – Bc. Hippodamia Kelvin Lucky (Amália Ramalho)

Grupo E – Melhor Espécie Botânica:

Bulbophyllum falcatum.
Bulbophyllum falcatum.
  • 1º lugar – Bulbophyllum falcatum (Gerson Paiva)
  • 2º lugar – Notylia longispicata (Gerson Paiva)
  • 3º lugar – Hexadesmia sessilis (Gerson Paiva)

Grupo F – Melhor Cultivo:

Coelogyne bufordiense.
Coelogyne bufordiense.
  • 1º lugar – Coelogyne bufordiense (Michelle Canário)
  • 2º lugar – Spathoglottis unguiculata (Teresinha Gomes)
  • 3º lugar – Miltonidium Beldux (Gerson Paiva)

O Troféu Gerardo Carvalho, definido através do voto popular, somente será conhecido na tarde do último dia da exposição (domingo, 29).

Sexta-feira, 27, abertura do 9º FestOrquídeas

9º FestOrquideas - Cartaz JPGSerá aberto, na próxima sexta-feira, às 14:00h, prolongando-se até o final da tarde de domingo, o 9º FestOrquídeas de Fortaleza, com exposição e venda de orquídeas, além de uma feira de plantas ornamentais e artigos de jardinagem.

O grande evento orquidófilo anual do Ceará acontece, mais uma vez, na Casa de José de Alencar (Av. Washington Soares, 6055), com entrada e estacionamento grátis. Também é gratuita a participação nas palestras e oficinas. A Associação Cearense de Orquidófilos-ACEO apenas sugere, aos visitantes, a doação de alimentos não perecíveis. O material arrecadado será repassado à ASSOCRIO, instituição que acolhe pacientes de câncer com dificuldades socioeconômicas.

A exposição é aberta à participação de todos os cultivadores de orquídeas – não apenas aos membros da ACEO. Aqueles que quiserem expor seus vasos floridos, concorrendo assim ao troféu “Labiata de Ouro” em várias categorias, devem levá-los à Casa de José de Alencar na manhã de sexta-feira, 27. Só não é admitida na exposição orquídea retirada da mata, uma vez que a Associação condena de forma veemente essa prática.

São aguardados visitantes de vários Estados, devendo repetir-se a presença de um grande número de plantas trazidas, sobretudo, de Natal, RN.

Confira, abaixo, a programação completa do evento e programe-se para assistir a uma das várias oficinas de cultivo, ou ao seminário do sábado à tarde, quando serão discutidos diversos temas do interesse dos cultivadores.

 PROGRAMAÇÃO

Sexta-Feira (27/11)

  • 08:00h às 13:00h – Recebimento de plantas
  • 13:00h às 14:00h – Julgamento
  • 14:00h – Abertura oficial da exposição
  • 14:00h às 18:00h – Visitação
  • 15:00h – Oficina de cultivo de orquídeas (Yan Ferreira)
  • 16:00 – Oficina de minijardins de cactos e suculentas (Fátima Oliveira)

Sábado (28/11)

  • 08:00h às 18:00h – Visitação
  • 09:00h – Oficina de cultivo de orquídeas (Gerson Paiva)
  • 10:00h – Oficina de semeadura de Adenium (Vera Coelho)
  • 11:00h – Oficina de cultivo de orquídeas (Italo Gurgel)
  • 14:00h – Palestra: “Cultivando orquídeas no Nordeste” – Hugo Leite, Diretor técnico da Associação Paraibana de Orquidófilos-APO
  • 15:00h – Palestra: “Cultivo in vitro de orquídeas” – Diva Correia, pesquisadora da Embrapa/CE
  • 16:00h – Palestra: “Enclaves de floresta úmida no Estado do Ceará e novas ocorrências de orchidaceae” – Francisco Marcelo Carvalho, Diretor técnico-científico da Associação Cearense de Orquidófilos-ACEO.

Domingo (29/11)

  • 08:00h às 17:00h – Visitação
  • 09:00h – Oficina de cultivo de orquídeas (Elza Ferreira)
  • 10:00h – Oficina de cultivo de Adenium (Juliana Coelho)
  • 11:00h – Oficina de cultivo de orquídeas (Michelle Canário)
  • 12:00h – Oficina de cultivo de cactos e suculentas (Júlio César)
  • 16:00h – Entrega de troféus
  • 17:00h – Encerramento da exposição

Dezembro começará com exposição em Londrina

Exposição Nacional de Orquídeas de Londrina 2015Em Londrina, Paraná, o mês de dezembro traz a XXI Exposição Nacional de Orquídeas, que se realizará paralelamente à III Exposição Nacional de Cattleya leopoldii. O evento, que se insere na agenda comemorativa do aniversário da cidade, acontece entre os dias 4 e 6, na Sociedade São Vicente de Paulo (Av. Leonia Milito, 499), com entrada é grátis.

Pelo menos sete orquidários comerciais confirmaram participação, assegurando a oferta de plantas das mais variadas espécies. Um curso de cultivo de orquídeas foi programado para o domingo, dia 5, às 09:00h. Os organizadores pedem aos participantes que levem um pacote de fraldas geriátricas. O material arrecadado se destina aos internos do Asilo São Vicente de Paulo, entidade sem fins lucrativos, fundada em 1960, e que presta atendimento integral a pessoas idosas, de ambos os sexos, em situação de vulnerabilidade social.

Estão prontos os novos brindes

Brindes FestOrquídeas 2015

Todos os anos, a Associação Cearense de Orquidófilos-ACEO faz confeccionar brindes diversos, que ajudam a divulgar a entidade e promover o cultivo de orquídeas. As peças fazem sucesso, principalmente, durante o FestOrquídeas, quando são comercializadas a preços quase simbólicos.

Este ano, os modelos se renovam, com a chegada de coloridos copos, réguas-calendário, chaveiros e canetas, todos estampando a prestigiosa marca da ACEO. Durante o 9º FestOrquídeas de Fortaleza, que será realizado nos próximos dias 27, 28 e 29 de novembro, na Casa de José de Alencar, estes e outros produtos serão postos a venda em uma tenda especial instalada no cenário da mostra. No mesmo local, os visitantes poderão adquirir pontos de rifas de orquídeas e de uma belíssima tela a óleo de autoria do artista plástico Lucivald. Os recursos arrecadados ajudarão a cobrir despesas com a montagem da exposição.